Browsing Tag

moda sustentável

organizar guarda roupa
Consumo consciente, Moda sustentável

Descomplique seu armário: o que manter, jogar ou doar?

Com a chegada do Ano Novo e nossa lista de resoluções definida, é hora de preparar o terreno – ou melhor, o guarda-roupas, para o que está por vir. Confira nossas dicas de como organizar o armário e dar vida nova às suas peças em 2017.

Sabia que 85% das pessoas mantém roupas que não usam mais? Tendemos a acumular peças de roupa seja por valor sentimental, por achar que vão voltar a servir no futuro ou para aquela ocasião especial que nunca chega. No entanto, é possível descomplicar o armário e dar uma vida nova às roupas acumuladas.

Confira abaixo o infográfico do blog Sernaiotto que ilustra um ciclo inteligente que ajuda a determinar o que deve ser doado, mantido ou jogado fora, tudo em prol do consumo consciente das nossas roupas.

consumo consciente de roupas

BÔNUS: Dando vida nova às roupas encostadas

Organize um bazar de trocas entre amigas

Aquelas roupas que não servem mais para você – mas que suas amigas viviam pedindo emprestadas – podem virar moedas de troca num bazar entre amigas. Além de ser um momento divertido para compartilhar memórias, suas roupas vão ganhar vida nova junto às pessoas que você tanto curte. Leia mais

adidas-originals-farm
Moda sustentável, Tá na moda

Adidas usará lixo plástico marítimo em produtos a partir de 2016

A Adidas está se juntando ao grupo “Parley for the Oceans” que tenta limpar os oceanos do planeta com um plano para desenvolver materiais a partir de lixo plástico marítimo que pode ser usado em seus produtos, aumentando seu foco em moda sustentável. Exemplos disso são o desenvolvimento de fibras feitas a partir de lixo marítimo reclicado para uso em roupas e, potencialmente, em partes de calçados a partir de 2016.

Como resultado da sua parceira com a iniciativa Parley, a Adidas anunciou também que irá descontinuar gradativamente o uso de sacolas plásticas em suas 2.900 lojas.

Grandes marcas de moda estão competindo para destacar suas credenciais éticas enquanto ONGs como o Greenpeace as pressionam para que cortem seus impactos ambientais e melhorem as condições em suas fábricas. A H&M, por exemplo, prometeu triplicar a quantidade de produtos fabricados a partir de fibras recicladas até o final de 2015.

Plásticos usados na indústria de bens de consumo causam poluição marinha com um “custo de capital natural”, uma medida de danos ambientais de ao menos 13 bilhões de dólares por ano, segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente (Pnuma).

A varejista holandesa G-STAR Raw trabalhou com a Parley no ano passado para lançar uma linha de jeans feita a partir de lixo plástico.

E aí, conhece mais empresas que estão se atentando para a moda sustentável? Conte pra gente! :)

Vimos na FashionMag.

Consumo consciente, Moda sustentável

The Street Store: ‘loja de roupas’ para moradores de rua

Iniciativa promove consumo solidário de roupas e resgata a auto-estima de moradores de rua

Para compartilhar um pouco de solidariedade, a iniciativa The Street Store, originada na Cidade do Cabo, África do Sul, permite que moradores de rua relembrem a sensação de ter liberdade de escolha quando o assunto é o que vestir.

O projeto The Street Store consiste em pop-up stores que reúnem doações da população local e pendura, na calçada, roupas e acessórios que são oferecidos gratuitamente para quem não tem condições de comprar. A iniciativa, que se espalhou por vários países como Canadá, Bélgica, México, Índia e Brasil, torna a doação mais humanizada, já que para muitos esta é a primeira experiência de escolher a roupa que irá usar, como se estivessem em uma loja de verdade.

Cada vez mais popular pelo Brasil – e no mundo – a primeira “Street Store” paulistana foi realizada em maio de 2014, no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros. A ação foi idealizada por um grupo de voluntários, que já desenvolve ações sociais nas ruas da capital paulista há pelo menos dez anos.

Desde que a ação ganhou repercussão no Brasil, inúmeras “Street Stores” foram criadas por todo país. Além de São Paulo, a iniciativa já ocorreu no Rio de Janeiro, Brasília, Itaperuna (RJ), Bauru (SP), Arapiraca (AL), Pelotas (RS), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE) e Caruaru (PE).

O vídeo abaixo explica um pouco mais sobre essa brilhante iniciativa de consumo solidário:

Leia mais